Aqui mais uma vez.

  ​É como se a chuva viesse para renovar o meu ser. Dar paz e acalmar meus pensamentos agitados que fazem “pirar” em plena consciência.

  É toda calmaria em plena tempestade…

2017

365 oportunidades.

365 formas de demonstrar amor.

365 arrumar a bagunça que 2016 deixou.

365 DIAS PARA VOCÊ VIVER INTENSAMENTE! 

365  são só dias… e você faz parte deles. 

365 (CONTANDO)…


    SÓ AGRADECER! OBRIGADO 2016. QUE 2017 EU E VOCÊS TENHA FORÇAS E NUNCA, JAMAIS DESISTIR. 

    DESEJO A VOCÊS AMIGOS,  UM 2017 MARAVILHOSO. COM MUITA INSPIRAÇÃO,  AMOR, CARINHO, SABEDORIA P ENFRENTAR OS DIAS RUINS E MUITA ALEGRIA P OS DIAS BONS.

PS: BREVE > NOVOS TEXTOS.

Eu Estava Atrasada

 Era terça feira. Uma noite quente, propícia para uma cerveja estupidamente gelada. Na multidão da rua, eu não imagina te encontrar ( graças ao Gabriel).   Você me oferece uma cerveja. Eu recuso alegando que ainda é terça! Você todo sem jeito, querendo arrumar alguma desculpa para puxar assunto e eu toda tímida sem dar muita atenção, chega a hora que preciso ir. Então você me pega pela cintura, me beija no rosto e diz pra gente marcar alguma coisa. Te achei um tanto abusado, e não tirei o seu sorriso da minha cabeça! 

     Fui seguindo em direção as pessoas. Seu perfume na minha roupa. Imaginei nunca mais te ver. Sabe como é, todos os dias a gente encontra pessoas diferentes.      Deixei pra lá… e lá ficou ! 

   

Mais Uma Vez 

    Me pego te olhando, observando cada parte do seu ser. A paz é constante quando deito no seu peito e assim, me faz adormecer. É tão bom escutar seu coração batendo, até parece que é por mim. Suas mãos na minha cintura, me prendendo como se eu fosse fugir. Eu não quero fugir, a não ser que você venha comigo 

     Sua respiração tranquila, sua boca vermelha e bem carnuda que eu tanto gosto de beijar. Por que demorou tanto tempo para voltar?…

     Me sinto tranquila quando você abre os olhos e vejo o verde do mar refletindo nos meus. É como você pudesse entrar aqui dentro e saber todos os meus segredos. Você me revira dos pés à cabeça. Não te jeito, te quero a todo tempo. 

       Da mesa te observo, um pouco desajeitado com as coisas que se refere “comida”. Não tem problema, eu gosto da sua bagunça…

       Entre um filme e outro, já não consigo ver nenhum, eu parei para te observar. Olhos fixos, como se fosse você lá. Morde os lábios e me olha de canto. Sabe que não resisto. Então te cubro de beijos. O sofá, já se torna nossa cama. Pequeno para que não tenha espaço para ficarmos longe. É tão bom! E depois de mil e uma brincadeiras envolvendo beijos, abraço a gente se cansa. Mas não cansa de se amar. Você olha em meus olhos e me diz as coisas mais idiotas que me faz rir e as coisas mais lindas que me faz chorar. A gente promete nunca se separar. Quando é nunca?… Eu deixo por sua conta.

        Eu me vejo em você, assim como você se vê em mim. 

       Até quando mais uma vez ?

   

     

Só de passagem 

     Ela queria viajar. Ele já tinha viajado. Ela queria conhecer pessoas. Ele já tinha conhecido várias delas. Ela queria praia. Ele queria o quarto com a tv ligada. Ela queria macarrão com molho vermelho. Ele queria molho pesto. Ela gostava de admirar o mar. Ele queria caminhar pela estrada de terra… e assim vai. 

      Quem era ela? Ela não sabia e queria se encontrar. Ele já se “conhecia muito bem”. Os opostos se atraindo e nem tão dispostos para ficar juntos.

       Ele falava inglês fluente, espanhol perfeitamente, italiano para se virar. Ela? Mal sabia direito “os português”e só queria alguém para acompanha em um jantar de família aos domingo. 

       Insistir ou desistir? Aparência ou essência? Emoção ou distração? Conversas ou brigas?  Abraços ou empurrões? Beijos ou gritos? Sorriso ou palavrão?… Entre ficar ou insistir, ela preferiu chutar o balde e cair na vida.

        Conheceu pessoas, viajou no interior delas, caminhou pela imaginação das histórias contadas. Experimentou comidas novas, aprendeu outras formas “dos português” como dizia. Ela entendeu que ser feliz, só depende dela e não das pessoas. Que não basta estar “acompanhada” durante o jantar de domingo, sendo q seu coração queria estar sozinha admirando as ondas do mar.

        Quem era ela? Ela é aquela que não quer viver presa nas asas de ninguém, quer ter suas asas para voar quando quiser… Talvez agora seja ela. Ou não.  

    

Feliz Dia Dos Avós 

  “Perdemos uma mãe para toda a nossa família. Perdemos uma líder conselheira e oportuna em todas as ocasiões. Sua ausência hoje em dia tem um sabor muito amargo e a minha vida nunca mais será a mesma. Quanto ao meu amor por você, esse se manterá eterno.”

    Saudades eterna – 19/12/2007.